Feeds:
Posts
Comentários

Archive for março \30\UTC 2008

Falda a cuadros

– Jajajaja

– ¿De qué te ríes?

– De ti.

– ¿De mí? ¿Y eso?

– Tú, con tu faldita a cuadros, tu jersei de cuello alto y tu zapatito sin tacón, explicándome cosas de la vida.

– ¿Cuál es la gracia?

– Eres tan mona. ¿No lo ves? Te vistes y hablas como una niña buena. Con la sinceridad y la ingenuidad de una niña buena. ¿Cuándo vas a crecer y abrir los ojos a la realidad?

– El mismo día que abras el ojo para que te echen ácido. ¿Para qué abrir los ojos? ¿Para ver la sordidez? ¿La vileza? Seguiré con mi faldita a cuadros y con mis amigos de falditas a cuadros. No quiero nada más.

Anúncios

Read Full Post »

Releitura

“What really knocks me out is a book that, when you’re all done reading it, you wish the author that wrote it was a terrific friend of yours and you could call him up on the phone whenever you felt like it.” The Catcher in the Rye, J.D. Salinger

Read Full Post »

Um dia para ler poesia

Um céu azul, um sol agradável e um verde acolhedor. Um dia perfeito para ir ao parque, deitar na grama e ler poesia. Isso foi o que eu pensei quando saí de casa. Sento no trem e pum! Meia-calça desfiada. Chegando ao trabalho, um periquito verde morto jogado na calçada. Estava escrito que o dia não era para ler poesia. Um e-mail. Frase del día: “la vida es demasiado corta para malgastarla con quien no merece la pena”. ¿Hacía falta recordarlo? Volto ao trabalho, volto a perder tempo por causa dos caprichos do meu chefe.  É melhor ligar o iPod senão não chegaremos ao final do dia. Cada vez subo mais o volume, para não ouvir o que está envolta de mim. Pessoas reclamando o tempo inteiro, pessoas gritando o tempo inteiro. É isso? Porra, é isso o que vou ter que aguantar o resto da minha vida? Não quero não! Não quero estar presa nesse mundo de loucos. Quero ter opções, quero poder jogar tudo fora e começar de novo, que nem eu fazia quando não podia resolver uma equação.  Me chamam para a reunião que devia ter começado a 1’5 hora… Ai, vão perguntar de novo porquê não chegamos ao orçamento. Sei lá, cara! Sinceramente, tô pouco me fodendo!! Entramos na sala e, como sempre, caras de bons amigos. Não demorou muito para começar a gritaria. “Todos nessa empresa são uns incompetentes” “Estamos gastando muito dinheiro e cadê os resultados”. Vira pra mim e diz: “E você, o que faz o dia inteiro? Tanto bla bla bla e nada muda, nada avança. Deviam me dar um prêmio pelo boa ação que eu faço deixando você trabalhar aqui”. Quê??? O que eu estava fazendo ali?! Estavam todos loucos! Foi a gota d’água. Resolvi jogar tudo fora. Começando pela meia-calça. Tiro o sapato e a meia e jogo tudo pela janela. Depois foi a camisa, e o sutiã. Chega de disfarces, por que agüentar esse bando de loucos? E o que é pior, me olhavam como se eu fosse a louca! Eu! Quando vocês vão aprender que os loucos são vocês? Que aceitam viver uma vida que não querem viver, que aceitam disperdiçar o pouco tempo que temos com idiotices? Acordem, senhores, acordem!! 

Read Full Post »

Little girl

– ¿Dónde la conociste?

– En un pub inglés, en el centro.

– ¿Y qué tiene de especial esta chica?

– No tiene nada de especial. Es especial.

– No te entiendo.

– Si la conocieras me entenderías. No lo sé, es diferente. Joder, es especial y punto.

– ¿Está buena?

– Joder tío, no se trata de esto. Es… Es otra cosa, ¿entiendes? Es algo más fuerte, que me controla, que no me deja pensar en nada más.

-¿Y ella?

– Cuando hablamos tengo la sensación que también quiere lo mismo pero, a veces, de la nada, dice algo que me hace pensar lo contrario.

-¿Y qué pasó ayer?

– Le dije. Le dije todo.

– ¿Y?

– Me dijo que nos habíamos conocido en el momento equivocado de nuestras vidas. Que a lo mejor estábamos hechos uno para el otro pero que ahora no era el momento. Que a veces hay cosas que, por más que parezca que tienen que pasar, no pasan. Y el mundo no se acaba.

Read Full Post »

2.jpg

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: